Sexta-feira, 28 de Outubro de 2011

Pés, e como podem ser belos empecilhos

 

Não sei como me arranjo. De vez em quando, parece-me que os meus pés se enovelam um no outro, como nos desenhos animados, ou em qualquer coisa. Nem sempre corre mal... mas às vezes, tem consequências!

 

 

Lembro-me da primeira vez que caí (e que tive consciência): andava no infantário, tinha uns 4 ou 5. Era uma casa que fazia parte de uma igreja e tinha uma escadaria enorme, larga (ou era eu que era pequena, na altura) e que eu descia sempre escorregando pelo corrimão. Nesse dia, fui pelas escadas e, a determinada altura, embrulhei-me toda e caí, escadas abaixo. Doeu. E deve ter sido assim, o início.

 

Uma vez ia para o ginásio, já em cima da hora, arrumar carro e andor. Quando ia a passar mesmo em frente aos vidros do ginásio, catrapuz! Cheia de vergonha, levantei-me rapidamente, para que ninguém visse e segui. Doeu mais no coração que na perna. Em Vila Real, ia eu caminhando na baixa, mãos ocupadas, e estatelei-me ao comprido. Fiquei mesmo estendida, braços abertos, mala para um lado, pasta para o outro. Vergonha. Ofereceram ajuda, que agradeci, mas recusei; queria era sair do mapa. Ainda antes disso, andava eu a tirar a carta, ia de bicicleta para as aulas de condução. Um belo dia, estava a ultrapassar pela direita, semáforo vermelho, quando uma porta se abre mesmo quando eu ia a passar. Esbarrei contra a dita, a senhora muito preocupada, levantei-me o mais rápido que pude, montei-me na bicicleta com a perna em ferida e fugi dali para fora.

 

 

Há 2 anos, a descer uma plataforma com cerca de meio metro com uns saltos de 7cm, devo ter colocado mal o pé direito, que torceu todo até o tornozelo tocar no chão. Doeu horrivelmente e fiquei sentada cerca de meia hora, mal disposta, sem conseguir falar e com zumbido nos ouvidos. A coisa foi acalmando e consegui conduzir. Passado uma semana, ia a descer as escadas para a garagem e a luz automática não estava a funcionar bem. No lusco-fusco, pensei que estava no último degrau, mas não! O meu cérebro pensou que ia andar a direito e, quando o pé esquerdo se viu sem chão, caiu desamparado e torceu, primeiro para um lado, depois para o outro - crack crack. Dor!! Pensando que seria como na semana anterior, lá fui até ao carro, mas de cada vez que o pé pousava era uma dor lancinante. Rezei para que não houvesse fila para entrar em Lisboa, pois de cada vez que carregava na embraiagem a coisa não era fácil. Na empresa, quando me viram a coxear, pálida e me olharam para o pé, levaram-me ao colo para um carro e, daí, para o hospital: 1 fractura de cada lado.

 

 

No dia 7, aproveitei a hora de almoço para ir à depilação. Quando regressava, não fiz o caminho habitual, porque as pevides não me saiam da cabeça e há, perto da empresa, um mini que vende (ao que parece, só no Inverno, coisa que me transcende...). Estava com umas sandálias razas e, no último degrau de umas escadas com 3, torceu-se-me o pé direito. Ia caindo mas a torcidela salvou-me da queda. Foi pior a emenda que o soneto. Pouco depois, percebi que tinha perferido cair e ficar com uma feridinha nos joelhos e nas mãos... Já foram €120 para o osteopata, que me colocou, nas 2 semanas, aqueles adesivos que os atletas (e não só, claro) usam quando lesionados, e me comunicou que o ligamento tinha ido com os porcos! É verdade. Para me tranquilizar, disse que o positivo da coisa é que, quando fizer uma entorce que, virtualmente envolva esse ligamento, não vai doer, porque ele não existe! Olha que bom! Não me doesse agora o pé, ainda, e estava tão feliz... tsss

 

tags:
publicado por fraufromatlantida às 13:01
link do post | mergulhar | ver mergulhos (2) | favorito
Sexta-feira, 7 de Setembro de 2007

"Please slow down cau...

Desisti.. .Tentei ver se me distraía, tentando ligar-me à internet. A rede é máxima, mas o aeroporto de Frankfurt pede ...

Ler artigo
publicado por fraufromatlantida às 23:19
link do post | mergulhar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar na Atlântida

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.mergulhos recentes

. Pés, e como podem ser bel...

. "Please slow down cause m...

.arquivos

. Setembro 2014

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. A Gaffe recortada

. Quem é que estava velho, ...

.atlantes

blogs SAPO

.subscrever feeds