Quarta-feira, 2 de Maio de 2012

Cenas da Feira do Livro

Ontem fomos à Feira do Livro, coisa habitual nos últimos anos. 1º de Maio sem chuva foi o mote para o mar de gente que se verificou - quem sabe não terá sido uma passagem rápida antes de se dirigem ao Pingo Doce e apanhar outra enchente.

Mas de tantas coisas, impressionou-me o facto de, na banca da Presença, estar Helena de Sacadura Cabral, entres outros, a autografar livros. Helena de Sacadura Cabral, mãe de Miguel Portas, que fora a enterrar há dias. É verdade que ninguém nos lê a alma e, o facto de ela me parecer calma e como se nada se tivesse passado fiquei... chocada!? Não sei se será a palavra correcta. Nunca perdi filho (que não tenho) nem pais, mas perdi avós e tia e custou-me muito, muito. Foram feridas que demoraram a cicatrizar e, mais de um ano volvido, ainda há dias em que uma lágrima teima em rolar.

Bem sei que a vida continua, mas não sei como encarar uma mãe para quem a vida continuou tão depressa: se a admire pela força, ou se a critique pela precipitação.

publicado por fraufromatlantida às 11:04
link do post | favorito
De nuno a 21 de Junho de 2012 às 15:50
olá. espero que esteja tudo bem contigo, apesar do cansaço. Quanto á minha familia é triste, até porque a minha tia e o meu primo são os piilares daquela casa. Tudo bem que os meus primos e filhos dos meus tios, têm bons trabalhos, têm a vida feita, mas a minha tia vai fazer falta quando se for. Tanto a minha tia, como o meu primo não têm cura. O meu primo é visto como um herói. Como não gosta de preocupar a mulher e filhos, sofre grande parte sozinho. Desabafa com a minha Mãe e pouco mais. Vai aos tratamentos do Ipo sozinho, ora de Comboio, do Marco de Canaveses ao Porto, como de carro. O meu primo luta contra a doença, ajuda-se a ele e aos outros e a minha tia é revoltada, não deixa falar as pessoas nem se ajuda. Diz a prima dela, que é médica de Lisboa ( tem duas primas médicas ) que muitas das atitudes da minha tia, têm a ver com ela e não com os medicamentos. Ambos não quiseram ser operados quando deveriam. Há anos que lhes falaram em operação. O dr. Vítor Veloso, médico de muitas pessoas da minha família, queria operá-los e não quiseram, e ainda por cima a terem dinheiro. O meu primo luta, é daqueles que ás 9 horas já está no escritório da casa de móveis dele, vai tomar café á rua, sai de casa, fala com as pessoas, enquanto que a minha tia não faz nada disso. Já em antes do Cancro, também não convivia muito. Metia-se em casa, a ler e a ver televisão. Ambos estão na casa dos 70 anos. Mas é a vida. Quem sofre mais são os meus primos e tio, claro, e nós. beijos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar na Atlântida

 

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.mergulhos recentes

. Não ter onde cair morto -...

. O encontro com "myself"

. Voltando à história do ca...

. Troika negoceia Verão com...

. O meu dia de ontem...

. Sobre a adopção por casal...

. Sou Benfica!!!!

. Afinal deu frutos!

. A Peregrinação

. Acerca dos (escandalosos)...

.arquivos

. Setembro 2014

. Julho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. A Gaffe recortada

. Quem é que estava velho, ...

.atlantes

blogs SAPO

.subscrever feeds